sábado, 1 de novembro de 2008

Linha do Tua já tem novo projecto

Depois do descarrilamento ocorrido naquela linha, o relatório da investigação efectuada ao incidente veio revelar que os carris não se encontravam em condições, o que teria levado ao acidente com a composição ferroviária.
Mário Lino, logo que soube das conclusões da investigação, lançou mãos-à-obra (expressão muito em voga no seu Ministério, a par de uma outra, de origem desconhecida, que é o jamé) e descobriu uma forma de evitar novos desastres do género.
Ao reparar que toda a região era atravessada por postes de electricidade, alguns de alta tensão, a sua argúcia ministerial de pronto entrou em ebulição e não tardou a ter uma luminosa ideia (hoje, não sabemos o que se passa connosco, estamos a ter expressões adequadas ao teor da matéria que tratamos. Pelo facto, relativamente ao qual somos completamente alheios, pedimos desculpas aos nossos telespectadores da Internet e prometemos uma ida ao veterinário quando terminarmos só para ver se está tudo bem), já reflectida num protocolo celebrado entre o MOPTC e a REN em que esta última permite o aproveitamento das linhas de condução de electricidade para a instalação de várias composições individuais de transporte de passageiros, sendo que a manutenção do estado das linhas fica, como sempre se passou, a cargo da REN.
A aldeia só espera que a viagem inaugural possa contar com todos os membros do Governo e que chova nesse dia, para que todos possam ver que a única promessa que eles nos fizeram que conseguiram cumprir foi a do CHOQUE tecnológico!
E não nos levem a mal, está bem?
Isto é só a malta a RENar com coisas sérias...
Hic Hic Hurra

1 comentário:

capitua disse...

Ó Zé, essa nem parece TUA...