sábado, 22 de novembro de 2008

Portugal vergado à força do Brasil

Esta semana a Selecção Nacional foi a terras brasileiras disputar um encontro particular com a sua congénere do Brasil e o resultado final não deixa margem a grandes interpretações: 6-2!
Foi uma exibição tão decepcionante que nem o endeusado Cristiano 7 Ronaldo conseguiu evitar que Kaká e seus parceiros brilhassem a alto nível, o que fez com que Gilberto Madaíl, à chegada a Portugal, viesse publicamente pedir desculpa aos portugueses, embora afirmasse igualmente que a equipa técnica iria continuar a trabalhar para evitar que desaires destes se repetissem.
E a aldeia sabe que Carlos Queirós já tem a fórmula para o próximo encontro com o Brasil: basta trocar as placas com a identificação dos balneários das equipas.
Assim, à entrada em campo, os portugueses estão com a camisola canarinha e os seus irmãos do Brasil estão equipados à tuga.
Depois é só esperar que eles façam o seu trabalho do costume para se ver, nos jornais do dia seguinte ao do jogo, títulos como: Portugal de sonho esmaga Brasil ou Escrete humilhado por um Portugal de luxo.
Com tácticas destas o sucesso é, como dizia o outro, certinho-direitinho!
Hic Hic Hurra

1 comentário:

gaby alvez disse...

Pois é, basta olhar para a fotografia, ver o melhor do Mundo e muitos arredores de costas para o adversário, naquela posição ingrata que só pode ter como consequência o melhor do tal Mundo (e outros arredores) ser... como dizer?... abalroado, atropelado, incomodado, se preferirem.